Cópia de Site - imagens dos textos (3).png

Mercado de tubérculos: gigante em ascensão

O agronegócio brasileiro exportou US$100,8 bilhões em 2020.

          De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o agronegócio brasileiro exportou mais de US$100 bilhões em 2020, segundo maior valor na história do país. Seguindo essa tendência, o mercado de legumes, raízes e tubérculos, o qual apresenta crescimento gradual desde 2015, obteve alta de 27,8% na relação janeiro-março de 2020 e 2021.

 

Aumento de 291% da exportação entre fevereiro de 2020 e 2021.


       O grupo dos tubérculos é formado, principalmente, pela batata, batata doce, cenoura, rabanete e mandioca. Dentro do comércio exterior brasileiro, os tubérculos representaram US$134 milhões das exportações em 2019. E, de acordo com o The Observatory of Economic Complexity (OEC), apresentaram 291% de crescimento no período de um ano entre fevereiro de 2020 e fevereiro de 2021.

Mercado de legumes, raízes e tubérculos em alta.


        A batata doce, por exemplo, a qual vem recebendo destaque nos últimos anos pela fabricação sustentável de etanol, é responsável por, aproximadamente, US$4,5 milhões desse mercado, tornando o país o 18º maior exportador do produto no mundo.


       Os principais mercados importadores das raízes e tubérculos são Índia, Vietnã e Egito, juntos responsáveis por cerca de US$91,11 milhões das exportações brasileiras nesse setor em 2019. Além disso, apesar de já estar consolidado nesses países, as importações indianas, por exemplo, apresentaram 937% de crescimento em 2021. Portanto, a produção e exportação de tubérculos mostra-se um mercado não só estável, mas também promissor e em ascensão no ano de 2021, ganhando cada vez mais espaço no comércio exterior brasileiro.

Por Ana Beatriz Teodoro 

Fontes:

https://bit.ly/38GHfz5

https://bit.ly/3yPInLe

https://bit.ly/3yJyq26

https://bit.ly/3wuIA5a