Cópia de Site - imagens dos textos (2).png

A Guerra da Rússia contra a Ucrânia e seus impactos para as exportações brasileiras

        A economia global vinha mostrando tendência de recuperação nos primeiros meses de 2022 após os impactos da pandemia de COVID-19, porém a explosão da guerra da Rússia contra a Ucrânia já apresenta novos indícios negativos para os países. Isso porque, conflitos internacionais geram um estado de instabilidade no cenário internacional e, portanto, seus impactos na economia brasileira devem ser analisados. 

Aumento no preço das commodities como sanção econômica

        Nesse sentido, uma das primeiras reações da guerra e das sanções econômicas impostas à Rússia foi a alta no preço das commodities que já apresentou aumento de 9,5% desde fevereiro, de acordo com o Banco Central do Brasil, tendo em vista, portanto, a relevância russa e ucraniana na oferta desses ativos, em especial trigo, milho, petróleo, gás natural, metais e fertilizantes. A médio prazo, apesar da elevação nos custos de transporte internacional e da ruptura nas cadeias de oferta de insumos, essa alta das commodities e a consequente valorização do real beneficiam os produtores agrícolas.

Impactos na economia interna do Brasil

         Internamente no Brasil, essa pressão no preço das commodities afeta diretamente a inflação dos consumidores, principalmente nos combustíveis, considerando a alta no preço do petróleo que sofreu aumento de 38%. Além disso, a guerra causa aumento no preço dos produtos manufaturados importados pelo Brasil, o que, apesar de amenizado pela recente apreciação da moeda nacional, também contribui para a previsão do Relatório de Inflação de março do Banco Central do Brasil de pico de inflação em 10,6% no primeiro trimestre de 2022 e sua queda para 7,1% no final do ano. 

Estado delicado para exportação no cenário atual

         Dessa forma, o cenário internacional prova-se complexo e incerto, podendo sofrer alterações com a continuidade da guerra. Assim, demandando um estudo aprofundado sobre os riscos e benefícios para aqueles que buscam exportar durante esse período delicado.

Por: Ana Beatriz Nogueira Teodoro em 30/03/2022

Fontes: 

https://bit.ly/3NuIVvf

http://glo.bo/3Ltk2y1