Site - imagens dos textos-8.png

Do Brasil ao mundo:
pão de queijo

     Uma iguaria da culinária nacional, o pão de queijo carrega consigo o próprio gosto do Brasil. Esse "trem bão" que originalmente tinha sua imagem fortemente atrelada aos mineiros devido sua grande versatilidade e por agradar a todos tem, paulatinamente, ganhado o gosto de outros povos e hoje passa a ter até certo sotaque internacional.

Iguaria tem ganhado espaço internacionalmente

     Esse novo mercado que está se abrindo tem se mostrado uma oportunidade promissora para investidores brasileiros. Duas das grandes produtoras nacionais desse produto, a Maricota e a Forno de Minas já tinham em 2018, respectivamente, cerca de 5% e 7% de seu faturamento em exportação. Ademais existe a previsão para que a aceitação e demanda por esse alimento no exterior com o tempo passe a crescer, pois o próprio governo brasileiro, em uma parceria com a ABBA (Associação Brasileira de Exportadores e Importadores de Bebidas e Alimentos), lançou o projeto "Brazilian flavors" que promove produtos como a tapioca, a água de coco e o pão de queijo.

Vendas em alta no exterior

     Apesar de ainda um mercado novo, a exportação de pão de queijo já tem mostrado resultados muito satisfatórios. No primeiro sem estre de 2018, por exemplo, o Ministério da Industria, Comércio Exterior e Serviços mostrou que somente em Minas Gerais, misturas e pastas para preparados de padaria, pastelaria e indústria de biscoitos- que incluem o pão de queijo - somaram mais de US$ 4,212 milhões, com crescimento de 47% em relação ao mesmo período do ano passado. O pão de queijo, sozinho, de acordo com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportação de Investimentos), teve um total de US$ 19,6 milhões em vendas no exterior no ano de 2017, valores superiores ao da cachaça, por exemplo.

A importância do auxílio de uma consultoria internacional

      Contudo é de suma importância que, qualquer um que busque sua fatia no mercado internacional atente-se quanto aos melhores locais para se exportar, bem como possíveis barreiras que o produto possa encontrar ao longo do caminho. Por isso é imprescindível a orientação adequada nesse processo que, feito da maneira correta, levará a um sucesso de investimentos.

Por Felipe Jukemura em 07/11/2019

Fontes:

https://bit.ly/36RSnU6

https://bit.ly/33riaQP