Como a “Onda Azul” pode impulsionar a economia estadunidense.

Por: Enzo Toledo, 18/01/2021

ONDA AZUL

    Os Estados Unidos viveram nas últimas semanas momentos de grande instabilidade política, principalmente após os ataques de 6 de janeiro. Passado estas turbulências, Joe Biden foi ratificado como o mais novo Presidente eleito pelo Senado estadunidense, sendo empossado hoje, 20 de janeiro. Todavia, algumas dúvidas ainda pairam sobre como será seu governo, devido às diferenças entre ele e seu antecessor. No entanto, as perspectivas e projeções apontam para cenários positivos para os próximos anos, muito devido à chamada “Onda Azul”.

    A princípio, reitera-se a importância do Senado e da Casa dos Representantes para o Presidente estadunidense, uma vez que os projetos apresentados dependem da aprovação de tais casas. Dito isto, a “Onda Azul” se refere a uma vitória de uma maioria democrata na Casa dos Representantes, junto da posse de 50% das cadeiras do Senado aos democratas (que caso empate nas votações, a decisão caberá a Vice-Presidente Kamala Harris). Desta forma, os projetos do governo Biden poderão ser incorporados de forma menos conflituosa, um alento ao mercado local e global, já que garante maior estabilidade no país e maiores estímulos para a política econômica mundial.

    Projeções apontam para um governo que aprove maiores políticas de estímulo à economia, como suporte financeiro às famílias e uma tendência no aumento dos juros para beneficiar empresas de pequeno porte no país. Junto a isso, seu plano econômico também se volta para investimentos em infraestrutura, energia renovável, educação e retreinamento da força de trabalho. Projetos como esses são colocados como ótimos para crescimento potencial da economia, como aponta o economista Alejandro Ortiz.

    Ressalta-se que um crescimento econômico e estabilidade política estadunidense respalda em todo o sistema financeiro global e pode influenciar diversos países de forma positiva, tal como o Brasil, já que sua Bolsa é diretamente impactada por empresas dos EUA.

    Para além de projeções, foi visto como resultado no dia seguinte a ratificação de Biden a subida de pontos na Bolsa de dois dos índices mais importantes dos EUA, a Dow Jones e S&P 500, devido a maior estabilidade criada pelos resultados da “Onda Azul” em conjunto as medidas propostas de estímulo ao mercado estadunidense.

Por fim, o Banco Goldman Sachs revisou e colocou novas projeções para os próximos anos após o cenário da “Onda Azul”, apontando para um crescimento de 6,4% do PIB americano ao final de 2021. Com relação ao desemprego, projeta-se um decaimento com o passar dos anos de 4,8% em 2021 para 3,6% em 2024.

    A partir destes dados e um cenário positivo para os próximos anos, os EUA se tornam um próspero destino para investimentos e uma Consultoria Internacional pode ajudar e orientar através de pesquisas e estudos como e onde investir neste vasto país de forma precisa.

     

Fontes:

https://glo.bo/3bWcPbc

https://glo.bo/35TzC3H

  • Novas Propostas Econômicas

  • Estabilidade Política

  • Projeção de 6,4% no crescimento do PIB

  • Respaldo positivo no Brasil