Cópia de Site - imagens dos textos (2).png

A relevância da exportação de manganês brasileiro

A importância do manganês para o Brasil

        O manganês é um minério abundante no Brasil, especialmente em Minas Gerais, Amapá, Rio Grande do Sul e Pará, detendo cerca de 10% da reserva mundial e 98,2% da nacional. Ademais, é essencial na indústria siderúrgica, sendo usado para a liga de cobre, chumbo, alumínio, zinco e estanho, resultando na produção de aço. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), grande parte da exportação do manganês é destinada à China, Argentina, Uruguai, Noruega e Ucrânia. Ainda, o Brasil apresenta um papel de destaque entre os maiores exportadores de manganês do mundo, ficando em décimo lugar até 2018, estando em destaque há mais de 100 anos.

 

Em relação a extração do minério

       Em 2022, cresceu a denuncia da exploração ilegal de manganês por empresas que burlam os órgãos de controle. Para ocorrer a retirada do minério do solo é necessário uma documentação para provar que o produto não foi retirado de locais com conservação florestal ou terras indígenas, uma vez que a extração causa uma destruição ambiental. Contudo, muitas empresas que atuam na região Sudeste do Pará — especialmente, os municípios de Parauapebas, Curionópolis e Marabá — camuflam os documentos necessários, colocando outros Estados como local de emissão. 

        Por conta disso, em agosto de 2020 ocorreram apreensões lideradas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) de 70 mil toneladas de manganês — avaliadas em R$60 milhões — que foram extraídos de forma clandestina no porto de Vila do Conde — a empresa que estava responsável pelo produto não possuía sequer autorização para a extração. Em outubro do mesmo ano, foram apreendidas 146 mil toneladas do minério de origem ilegal, que seria destinada à China, essa operação reuniu o Ibama, Receita Federa, Marinha, Polícia Federal e ANM. Desde 2018 a Polícia Federal instaurou cerca de 100 inquéritos sobre a extração ilegal do manganês no Brasil, já que a exploração causa danos e destruição ambiental, além de sonegação de impostos e  saques a terras indígenas.

         De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa Mineral (ABPM), se a extração desse mineral fosse feita de forma adequada, poderia gerar um desenvolvimento econômico e social, atraindo investimentos que podem melhorar a vida dos moradores de regiões que possuem o manganês. Dessa forma, se a extração de manganês for melhor fiscalizada por órgãos responsáveis, poderia promover uma melhora considerável nas regiões de exploração. 

 

A exportação brasileira

     O destino da maioria da produção do manganês brasileiro é a China, em janeiro e fevereiro de 2022 foram importadas 121 mil toneladas para o território chinês, segundo o Ministério da Economia. De tal maneira que as exportações do minério para a China renderam para o Brasil, nos últimos seis anos, R$6,3 bilhões, totalizando 11,2 milhões de toneladas entre 2016 e 2021 — tendo em vista que, nesse mesmo período, foram destinados 4,7 milhões de toneladas do manganês brasileiro à outras nações. De certo, a exportação da commodity para a Argentina e Noruega também ganham destaque, sendo 91,7 mil e 44 mil toneladas, respectivamente. 

 

Com o aumento da valorização do aço, a exportação de manganês é relevante

        Como resultado da guerra entre a Ucrânia e a Rússia, é possível que a demanda por manganês aumente, já que o minério é importante para a fabricação do aço, que está em alta valorização no mercado internacional. Dessa forma, um auxílio de uma consultoria internacional para a exportação do manganês brasileiro é essencial, já que vai ser feita uma melhor pesquisa de quais lugares mais propícios para ganhar espaço no mercado internacional.

Feito por Juliana Boscarato em 24/04/2022

Revisado por Sarah Vicente em 26/04/2022

Fontes: 

https://bit.ly/36H9mgr

https://bit.ly/3kaMGbu

https://bit.ly/3sbc05V

https://bit.ly/3Kd7dHh

https://bit.ly/36GT2MG

https://bityli.com/IQopjR