A oportunidade brasileira em relação ao mercado de laticínios no mundo

Por: Nadia Haddad, 28/09/2020

  • Os chineses são os maiores importadores de laticínios do mundo;

  • o potencial de vendas de laticínios para o Egito é de 8 bilhões de dólares em dez anos;

  • Em 2019, o Brasil exportava laticínios para 90 países.

    Nota-se como, cada vez mais, aumenta a demanda de produtos provenientes do leite no mundo. Os Laticínios envolvem produtos como queijos, o próprio leite, doces, leites em pó, e manteigas, por exemplo, e seu consumo vem crescendo muito em países como a China. 

   

    De acordo com os dados de consumo do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), o consumo de leite em pó (tanto integral como desnatado) na China cresceu em 78,6% do ano de 2008 até o ano de 2018. Em relação ao queijo, de acordo com a Associação Brasileira de Laticínios, no ano de 2018, os chineses importaram cerca de 108 mil toneladas deste produto, o que demonstrou um crescimento de 13% em relação aos cinco anos anteriores. De acordo com a China Customs, em 2018, o valor das importações chinesas de laticínios chegou a 10,65 bilhões de dólares.

     

      Apesar da crise devido ao Covid-19, durante os dois primeiros meses de 2020, a China aumentou suas importações de produtos lácteos, o que sugere que a demanda vem aumentando. As importações de gordura de manteiga e queijo, por exemplo, cresceram em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com a EdairyNews.

     

      Conforme as informações divulgadas pelo Mapa, os chineses são os maiores importadores de laticínios do mundo, e considerando o tamanho da população chinesa, isso indica a relevância do mercado de produtos lácteos no país em relação ao resto do globo. 

   

    Já a partir da abertura do mercado egípcio, o Ministério da Agricultura constatou que o potencial de vendas de laticínios em relação ao Egito é de 8 bilhões de dólares em dez anos, a partir de 2019. No ano de 2018, o Brasil exportou produtos lácteos para 58 países. Já em 2019, aumentou seu número de importadores para 90. 

     

     Tais dados demonstram o enorme potencial que o Brasil apresenta como grande exportador de produtos lácteos, levando em conta o constante crescimento desse mercado no mundo. Ou seja, o mercado de produtos lácteosessa categoria é uma excelente oportunidade a ser explorada quando se trata de exportação, e sua empresa pode se expandir investindo em serviços de consultoria internacional que o auxiliem com este processo.

 

Fontes:

https://bit.ly/2ESXrhE

https://bit.ly/3jruHvs

https://bit.ly/33pHqJO

https://bit.ly/33rxZJP

https://bit.ly/34l0ms5

ENTRE EM CONTATO

  Rua Monte Alegre, 984 - São Paulo, SP - Brasil

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram