ENTRE EM CONTATO

  Rua Monte Alegre, 984 - São Paulo, SP - Brasil

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram

Cupuaçu: A paixão exótica do mercado internacional

Por Raphaela Carramilo 22/08/2019

     Dentre as sensações brasileiras que fazem sucesso no mercado internacional, está o cupuaçu, proveniente da árvore de médio porte Theobroma grandiflorum, cultivadas amplamente no Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima, no período de janeiro a maio. A árvore é da mesma família do cacau, e apresenta algumas semelhanças com o fruto, uma vez que ambos possuem sementes gordurosas, e possibilitam a extração de uma pasta parecida, que no caso do cacau, é utilizada para produção de chocolate e da manteiga de cacau. 

 

     O cupuaçu, por sua vez, é um fruto grande, com casca dura e lisa e de cor marrom escuro, o fruto é comercializado nas mais diversas formas: sorvetes, licores, pudim, geléias, recheios, balas, bombons, e até mesmo no ramo dos cosméticos. O que diferencia a fruta das demais presentes na região, é o alto grau de aproveitamento, uma vez que da semente se produz o chocolate de cupuaçu, da polpa guloseimas, e da casca, peças de artesanato. Na indústria de cosméticos, o fruto ganha destaque como hidratante corporal, shampoo, condicionador, e principalmente, com a famosa manteiga de cupuaçu, fornecidas através da polpa, que garante alta elasticidade à pele, prevenindo rachaduras e garantindo a hidratação dos fios de cabelo. 

 

      Para comercialização e exportação, muitos empreendedores realizam a extração da polpa carnuda e a congelam, transportando-as para o Sudeste do Brasil, ou mesmo para outros países, como  Japão, Países Baixos, Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Argentina, Bolívia e Paraguai, principais destinos da fruta. A parte do cupuaçu mais valorizada internacionalmente, é a polpa pasteurizada. Somente em 2005,  o Brasil exportou 50 toneladas de polpa para os países acima citados, lucrando cerca de 20 milhões de reais com essas exportações CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO AMAZONAS, 2007). 

     Nesse quesito, é válido ressaltar a necessidade de realizar-se um estudo de mercado, apontando as regiões mais propícias para a exportação, os trâmites burocráticos de internacionalização e a oferta de uma lista de compradores. Serviços realizados pela Prisma Consultoria Internacional.

Fontes:

https://bit.ly/2ZiliM1

https://bit.ly/2Hkkn7D

https://bit.ly/2ZpLFji

https://bit.ly/2Zc1Rt5

https://bit.ly/31XFBAa

  • Novo cacau

  • Cosméticos

  • Polpa

  • Amazônia

  • Frutos