Imagem texto chinelos.png


Chinelos: O conforto como tendência. 

Por Thaís Medeiros  22/04/2021

  • Nova aposta da indústria da moda

  • Conforto e Praticidade

  • Tropicalidade brasileira

      A pandemia da COVID-19, sem dúvidas, trouxe diversas mudanças no nosso cotidiano. Com o distanciamento social e a consequente adoção do trabalho remoto por muitas empresas, houve um aumento expressivo no uso de peças de roupas e acessórios mais confortáveis, sendo assim, entre junho e agosto de 2020 verificou-se um salto de 58% na busca por chinelos em escala global.

 

      Antes mesmo da pandemia, o produto já tinha destaque entre a exportação de calçados brasileiros, representando cerca de 50,4% do total de calçados exportados no país em 2018, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). Essa expressividade se dá pelo uso de cores e estampas que remetem à tropicalidade brasileira nos chinelos, destacando, assim, aspectos culturais do país aliado a uma sola confortável, fato que diferencia o produto brasileiro no mercado.

 

      Além disso, os chinelos tendem a se popularizar ainda mais, ao passo que marcaram presença nas principais passarelas do mundo durante a  Semana de Moda de Paris e de Copenhague, dentre as marcas que apostaram no calçado, destacam-se a Fendi, a Ducie e a sueca Acne Studio. Dessa forma, nota-se a versatilidade dos chinelos, que não mais se restringem a ocasiões casuais, na medida que agora se fazem notáveis no ramo da alta costura e da high fashion. Portanto, a procura pelo calçado deve aumentar de maneira geral e se estender a uma realidade pós pandemia.

 

      Outrossim, Dde acordo com a Abicalçados, até novembro de 2020, o Brasil exportou cerca de 84,48 milhões de pares de chinelo, o que corresponde a US $598,73 milhões. Os principais destinos do produto são: Estados Unidos (embarque de 8,5 milhões de pares), Argentina (7 milhões de pares) e França (6,46 milhões de pares).

 

      Diante disso, fica evidente que é um momento oportuno para a exportação do calçado, já que há previsão de um crescimento na demanda de chinelos na escala internacional. Assim, para que haja uma maior assertividade na exportação do produto, é recomendado uma consultoria, a qual guiará e acompanhará o cliente durante este processo.

Fontes:

https://bit.ly/3wDhV3t

https://bit.ly/3f8VfCb

https://bit.ly/2T8ECxU

https://bit.ly/3wuG7F3

https://glo.bo/3bNskBA

https://bit.ly/343xJAb

https://bit.ly/3hJOCb3