Alimentos saudáveis: destaques para a saúde e para as vendas internacionais

Por: Giovanna Relva, 19/04/2021

  • Crescimento global do mercado de alimentos saudáveis;

  • Principais produtos que se destacarão internacionalmente;

  • Oportunidade de expansão para marcas brasileiras.

     Seja no Brasil ou no exterior, o setor de alimentos saudáveis tem se destacado mais a cada ano, ao passo que os consumidores se preocupam mais com suas necessidades nutricionais e buscam adotar um estilo de vida mais compatível com seu bem estar físico e mental. Em consequência, de acordo com a Euromonitor, a taxa de crescimento do mercado de alimentos saudáveis eleva-se, globalmente, mais do que o mercado de alimentos como um todo. Sendo, segundo a mesma fonte, os alimentos "livres de", os orgânicos, e os fortificados estão entre os principais tipos de produtos saudáveis que irão se destacar internacionalmente nos próximos anos.

     Os produtos "livres de", ou seja, que não contém ingredientes como lactose ou glúten, há tempos já deixaram de ser consumidos apenas por pessoas com algum tipo de intolerância alimentar e ganharam a atenção do público geral. Curiosamente, de acordo com Jared Tanna, analista cultural da Canvas8, o sucesso dos alimentos "livres de" não tem a ver apenas com os ingredientes que eles não contém, mas também com os aspectos benéficos de seus ingredientes alternativos, que despertam a atenção dos consumidores.

 

     Os alimentos orgânicos também são grandes tendências, especialmente nos países desenvolvidos, com destaque para os Estados Unidos, o maior mercado consumidor desses produtos, e também para a China, a França e a Itália, que também têm demonstrado um crescimento nesse setor. Além disso, de acordo com o Pew Research Center, 55% dos estadunidenses consideram produtos orgânicos melhores do que alimentos convencionais, ao passo que 44% declara que a maior parte de seu consumo de alimentos é orgânico. Ademais, segundo o IFT (Institute of Food Technologists), as vendas globais de alimentos e bebidas orgânicas totalizaram, em 2018, US$105 bilhões, sendo US$47 bilhões referentes aos Estados Unidos.. 

 

     Já os alimentos fortificados e funcionais, de acordo com o IFT, contabilizaram, em vendas globais, US$267 bilhões em 2020. Para esse nicho, os países emergentes, especialmente da região da Ásia-Pacífico, podem ser destinos promissores pois, segundo a Euromonitor, esses produtos são muito consumidos para suprir possíveis carências de nutrientes. Nos países europeus, por sua vez, os consumidores tendem a dar preferência aos alimentos naturalmente saudáveis em vez dos artificialmente fortificados.

     O mercado de alimentos saudáveis pode ser uma excelente escolha para a inserção de marcas brasileiras no exterior, entretanto, é um nicho repleto de especificidades que podem ser determinantes para o sucesso do produto. Posto isso, a atuação de uma consultoria internacional, como a Prisma, é extremamente importante, para compreender o país e a região nos quais o produto será melhor comercializado, bem como qual será seu público-alvo, permitindo a elaboração de uma estratégia de exportação eficaz.

Fontes:

https://bit.ly/3xft1ws

http://bit.ly/Tendências-Saudáveis-Euromonitor

https://pewrsr.ch/2QLs0M2

https://bit.ly/3en0FI6

https://bit.ly/2QPg4Ja