Cópia de Site - imagens dos textos.png

Alho: o queridinho da culinária

Novidades 

       Segundo a ANAPA, a produção brasileira de alho vem crescendo pela inserção da tecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Essa tecnologia trouxe um sistema de produção da hortaliça livre de vírus (multiplicação da semente em telados anti-afídeos) do pesquisador Francisco Vilela, que gerou cerca de 30% de aumento da produtividade.

Produção brasileira de alho

    A produção brasileira tem evidência no estado de Minas Gerais (52,8 mil toneladas), representando 52, 6% da produção nacional. Vale ressaltar também Goiás, com 26,8% da produção, Santa Catarina, com 11,8%, e o Rio Grande do Sul, com 11,7%, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

 

Exportação brasileira

Sobre a produção brasileira no mercado internacional, ressalta-se o aumento do comércio com a África e o Oriente Médio desde o ano de 2020. de acordo com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, o Egito movimentou cerca de US$6,64 milhões em 2020 após o acordo de abertura comercial com o Mercosul. Assim, apesar do Brasil não ter destaque mundial, a sua produção de alho tem potencial de ser expressiva por meio de acordos comerciais e blocos econômicos.

Mercado Internacional de alho

      Segundo dados de 2021 da Associação Nacional de Produtores de Alho (ANAPA), há uma diferença entre os países maiores produtores e os maiores exportadores de alho. A China aparece no topo em ambas categorias, exportando US$2.07 bilhões e produzindo 725.9 milhões de toneladas. Já os segundos e terceiros lugares mudam, sendo na produção Índia (405.4 milhões de toneladas) e Bangladesh (131 milhões de toneladas e na exportação Espanha (US$478.32 milhões) e Países Baixos (US$97.78 milhões). Por fim, vale ressaltar os maiores importadores de alho do mundo: Indonésia (US$459,86 milhões) e Vietnã (US$304,79 milhões). 

Benefícios a saúde

       Além de ser um item essencial na culinária, a hortaliça que possivelmente surgiu na Sibéria há 5 mil anos, foi objeto de pesquisa do cientista Louis Pasteur no século 19, que descobriu que a substância responsável pelo odor do alho, é antibacteriana. O alho se mostrou eficiente contra algumas fortes, como a da pneumonia e da salmonella. A hortaliça ainda tem outros efeitos benéficos à saúde, como anticoagulante e antidiabético. 

A importância da consultoria internacional

     Portanto, a exportação de alho brasileiro tem um grande potencial a ser explorado e uma consultoria é essencial para saber com detalhes como inserir o produto no mercado internacional da melhor forma. Esses serviços são prestados pela Prisma Consultoria Internacional e para saber mais, basta entrar em contato com nossos consultores.

 

Texto de Mel Scheel

Revisado por Rafaela Aguiar

27/04/2022

Fontes:

https://bit.ly/3OUvRjj

https://bit.ly/3P97X3V

https://bit.ly/3vIu3SZ

https://bit.ly/3ye6Qd1