Acordos Comerciais Brasil-Indonésia e Vietnã: Perspectivas Positivas

Por: Guilherme Cruz Gomes, 03/08/2021

white-house-5258045_1920.jpg
  • Acordos podem trazer alta de PIB, investimentos e exportações e importações

  • Previsões de aumento na casa de bilhão para o PIB brasileiro

  • Reforço de tendência de alta nas exportações para Ásia

   No mês de junho, foram publicados estudos sobre as estimativas de uma possível parceria do Brasil com Indonésia e Vietnã. Nele, foram expostas diversas vantagens, como: atração de investimentos, aumento das exportações e importações totais e também queda dos preços de produtos. Segundo uma matéria publicada pelo Ministério da Economia há dois meses, os acordos tiveram seus mandatos negociadores aprovados na reunião do Conselho de Estratégia Comercial (CEC) de dezembro de 2020, e as consultas públicas para manifestações da sociedade ficaram abertas para participação até 19 de julho. 

  A relação do Brasil com a Indonésia se iniciou em 1953, e desde então, entre visitas de presidentes, assinaturas e participações em eventos nos dois países, o comércio entre brasileiros e indonésios nos últimos cinco anos se manteve em cerca de US$ 3 bilhões, sendo a Indonésia o 11º principal destino das exportações brasileiras. O ramo principal desses produtos são os relacionados à Indústria de Transformação, que representam cerca de 80%. Junto a ele, o comércio de serviços também tem um papel importante, que chegou a US$30 milhões em 2019. Com a adoção de acordos comerciais, o estudo apresentado mostra que poderá haver uma diminuição de impostos de importação para Indonésia e Brasil. Para o mesmo período, estima-se um aumento de R$ 8,8 bilhões nos investimentos, R$ 130,3 bilhões nas exportações totais brasileiras e de R$ 95,8 bilhões nas importações, totalizando um aumento de R$ 226,1 bilhões na corrente comercial brasileira.

   Seguindo essa mesma linha, a relação do Brasil com o Vietnã, iniciada em 1989, também projeta-se para um caminho positivo. O estudo mostra que as exportações de bens do Brasil para o Vietnã cresceram mais de 60% nos últimos 5 anos, enquanto as importações apresentaram crescimento de mais de 40% nesse mesmo período, totalizando uma corrente de comércio de bens de US$ 4,6 bilhões em 2019. A leva de produtos exportados dos brasileiros para os vietnamitas é composta principalmente por produtos da Agropecuária (69%) e da Indústria de Transformação (31%). Do outro lado, as importações brasileiras do Vietnã são compostas quase que na totalidade por produtos da Indústria de Transformação (99%). Além do incremento de R$ 15 bilhões ao PIB brasileiros de 2021 a 2040, estima-se um aumento de R$ 14,2 bilhões nos investimentos, R$ 192,8 bilhões nas exportações totais brasileiras e R$ 149,2 bilhões nas importações, totalizando um aumento de R$ 342,0 bilhões na corrente comercial brasileira.

   De modo geral, a mesma matéria do Ministério da Economia mostra que esses acordos fazem parte de uma estratégia de maior inserção do Brasil no comércio internacional. Em números totais, os benefícios econômicos podem chegar a R$ 1,7 trilhão ao Brasil até 2040, além do efeito positivo nos investimentos, na corrente de comércio (soma de exportações e importações), nos salários e na queda dos preços ao consumidor. Números esses que somam ao ótimo desempenho na relação Brasil-Ásia, a qual ocupou quase metade das exportações do primeiro semestre de 2021, somando cerca de US$ 67 bilhões, segundo indicado em uma matéria publicada pelo Poder360.

    Diante de um cenário positivo para o comércio exterior brasileiro em relação à Ásia, os empresários e investidores que desejam aproveitar o momento é fundamental um acompanhamento com estudo de caso para um investimento mais seguro e assertivo. Uma consultoria internacional, como os serviços oferecidos pela Prisma, são de grande valia para obter um melhor desempenho num processo de internacionalização de produtos e ter sucesso na realização de seus projetos.

Fontes:

https://bit.ly/3ypwdWm

https://bit.ly/3lGdH91

https://bit.ly/3s41uw1 

https://bit.ly/2VnPysN 

https://bit.ly/37eLGwK

https://bit.ly/37jzScE