ENTRE EM CONTATO

  Rua Monte Alegre, 984 - São Paulo, SP - Brasil

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram

Roupas cruelty-free são a nova aposta dos consumidores conscientes

Por Vitória Godoy  22/03/2019

  • A moda vegana como um interesse mundial

  • Veganismo ao redor no mundo

  • Com o crescimento de adeptos ao veganismo há a necessidade de um vestuário que seguem as restrições veganas

   

      Com a nova era focada no consumo consciente, produtos que visam o bem do planeta e um desenvolvimento em conjunto desse sem a exploração desenfreada estão cada vez mais em alta. No mercado da moda não é diferente, marcas de produtos veganos que prezam por produtos e roupas livres do sofrimento animal estão crescendo e se fortalecendo no competitivo mercado têxtil. O veganismo possui como base a Declaração Universal dos Direitos dos Animais (feita pela UNESCO), condenando então o abuso e exploração de quaisquer produtos que tenham sua origem, com isso não é utilizado materiais como lã, seda e couro.

    Uma pesquisa realizada pelo Ibope em maio de 2018 , que buscava definir um perfil do consumidor brasileiro, constatou que 55% dos entrevistados comprariam mais veganos. Segundo o relatório de pesquisa de tendências da Trendnotes, o setor de produtos veganos demonstrou um crescimento de cerca de 40% ao ano, no Brasil, apesar da crise. O sucesso é tanto que em fevereiro de 2019 ocorreu em Los Angeles a primeira Vegan Fashion Week.

     Só no Brasil, a Sociedade Vegetariana Brasileira, estima que há cerca de 6 milhões de adeptos ao estilo de vida vegano. Ao redor do mundo o crescimento do setor não é diferente: nos Estados Unidos houve um aumento de 600% de veganos entre 2015 até 2018; o Reino Unido obteve um aumento de 1% para 8% entre 2016 e 2018; na Espanha, 7,8% da população com mais de 18 anos (mais de 3,6 milhões de pessoas) é classificada na categoria dos veganos.

      Um dos maiores destaques entre marcas do mercado de moda vegana no país está a Melissa, um sucesso desde os anos 80. A marca, consolidada no mercado, é uma das marcas vegan-friendly mais conhecidas no país com grande notoriedade internacional realizando parcerias com grandes nomes da moda, como Karl Langerfield.

      O número de veganos, de pessoas que buscam cada vez mais a não exploração desenfreada do planeta e abuso de animais só tende a crescer nos próximos anos. O que antes era visto como algo estranho agora é a nova aposta. Em consequência disso, os adeptos ao veganismo e simpatizantes precisam de um novo mercado no setor da moda focada em suas necessidades, havendo assim muito espaço para desenvolvimento no setor.

Fontes:

https://bit.ly/2CtwhZt

https://bit.ly/2upxhKJ

https://bit.ly/2MhIKHE

https://bit.ly/2MlGxr2

https://abr.ai/2GzmgtQ

https://bit.ly/2ML4iII

https://bit.ly/2BD2xtQ

https://bit.ly/2wanuIZ

https://abr.ai/2MrSePH

https://bit.ly/2UR5xKy

https://glo.bo/2ulUOfs