ENTRE EM CONTATO

  Rua Monte Alegre, 984 - São Paulo, SP - Brasil

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram

Castanha-do-Brasil: o produto que está conquistando o mercado internacional

Por Joyce Bolognani Roveri 15/06/2018

  • Conquista do mercado interno pelos seus atributos;

  • Possibilidade de contribuir com a exportação brasileira;

  • Estados Unidos, Canadá e Holanda são grandes importadores da castanha brasileira;

  • Expectativa do produto alcançar nas exportações US$ 1 bilhão de 2018 a 2028.

     A Castanha-do-Brasil, mais conhecida como Castanha-do-Pará, é um produto típico da região da Amazônia e pode ser comercializada in natura, em óleo ou em leite. Ganhou o paladar brasileiro por apresentar inúmeros benefícios aos seus consumidores, principalmente por ser rica em proteínas, lipídios e vitaminas.   

     Ademais, a castanha apresenta constante crescimento em seu consumo interno por ser utilizada como ingrediente de cozinha, na elaboração de barras de cereais e na formulação de cosméticos naturais. Segundo José Eduardo Mendes de Camargo, diretor da Divisão de Nozes e Castanhas do Departamento do Agronegócio da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o consumo interno do produto apresentou uma perspectiva de crescimento de  8% em 2017. O diretor também acrescentou que a expectativa das vendas para o exterior é de alcançar US$ 1 bilhão de 2018 a 2028.

     Assim sendo, de acordo com a plataforma Observatório da Complexidade Econômica (OCE), as exportações brasileiras de castanhas representaram em 2016 cerca de 5,4% das exportações mundiais. Isso significa uma alta da produção nacional e em alguns casos a expansão do negócio pelo produtor brasileiro. Conforme a plataforma de estatística de comércio para o desenvolvimento de negócios internacionais (Trade Map), os principais importadores do produto brasileiro em 2017 foram países de grande relevância mundial e regional: Estados Unidos, Canadá, Holanda e Argentina importando respectivamente U$ 56 mil, U$ 11 mil, U$ 9,9 mil e U$ 8,5 mil.

     Esse nicho apresenta um aumento na  demanda e assim grande perspectiva de crescimento do consumo perante o mercado internacional. Por ser um produto presente no setores alimentício e farmacêutico e por apresentar elevados valores nutricionais - principalmente o selênio que ajuda no emagrecimento, na proteção do coração e do câncer - evidencia um grande potencial para a exportação. Assim sendo, o futuro exportador necessita identificar o seu mercado consumidor no país almejado, para obter êxito em seus investimentos em um produto tão promissor.  

Fontes:

Acesso em 30/05/2018

https://bit.ly/2M1LlAZ

https://bit.ly/2K0Wvsd

https://bit.ly/2I2i9ah

https://bit.ly/2yp6qmU 

https://bit.ly/2JMqIvH 

https://bit.ly/2M2j8db

https://bit.ly/2JZ8yDg